13ª
Bienal
Brasileira
de
Design
Gráfico

Impressos Editoriais

Direção de Arte de Periódico / Peça Isolada ou Série

Capa e Matéria de capa Juliana Caldas

Editora TRIP

GOL Linhas Aéreas

São Paulo SP

2018

A atriz paulistana com nanismo fez barulho com seu papel na novela das 21h, da Globo, O outro lado do Paraíso – é a primeira pessoa com nanismo a encarar um personagem “comum” (uma doutorada) no horário. Assim como na trama, Juliana não teve a casa adaptada quando era pequena para aprender a viver com os desa os que sua condição lhe impõe, mas sempre foi muito bem aceita pela família – o pai e o irmão da atriz têm nanismo. Antes de trabalhar na TV, Juliana atuou no teatro, trabalhou em banco e como animadora infantil no Parque da Xuxa. Ao questionar os padrões de beleza, Juliana pode levantar o debate sobre o preconceito que as pessoas com nanismo e outras de ciências sofrem, representatividade e as dificuldades que enfrenta, como problemas de coluna, joelho e até respiratórios.

Editor-Presidente PAULO LIMA
Dir. Superintende CARLOS SARLI
Dir. de Redação FELIPE GIL
Dir. de Arte THIAGO BOLOTTA
Editor de Arte RODRIGO PICKERSGILL
Foto Pedro Dimitrow
Estagiária arte PATRICIA PETRI
Coord. de Produção ­CARLA ARAKAKI
Redação ADRIANA NAZARIAN, ALEXANDRE MAKHLOUF e LUISA ALCANTARA
Error
500

Whoops, something went wrong on our servers.